highlighted:

Nossa milésima história vai te fazer levantar da cadeira

Publicado em 17 de agosto de 2018

Se você só conhece The Voice Brasil e The Voice Kids, está perdendo o melhor programa musical que estreou na internet brasileira nos últimos tempos: The Voice CRAS!

Ahn?

Isso mesmo: The Voice no Centro de Referência em Assistência Social. Se está difícil imaginar, dá uma olhada no vídeo (sério, não deixa de ver. MESMO!)

E a história dessa experiência incrível foi a milésima a entrar na nossa mostra online. Dá pra acreditar que já temos mais de mil relatos de vivências no site?

Quem teve essa ideia simples e genial foi Sabrina do Nascimento, uma fonoaudióloga de Aracaju (SE) que, em março, começou a residência multiprofissional em Saúde da Família. Ela sempre quis trabalhar no setor público: “Desde a graduação eu já queria trabalhar com saúde coletiva, sempre quis transformar realidades no contato com o território e por meio da educação em saúde. Foi por isso que escolhi a Saúde da Família como âmbito de atuação”, ela conta

Sabrina tem trabalhado em um CRAS onde há algum tempo se fazem atividades de educação em saúde com um grupo de idosas e trabalham diversos temas, como quedas, queimaduras, uso correto de medicamentos… “Quando eu e outros profissionais fomos conhecer esse grupo, elas se apresentaram cantando uma música como forma de boas vindas, agradecendo pela nossa chegada. Foi muito emocionante e já naquela hora eu pensei em montar um coral”, diz.

Para quem não sabe (a gente aqui não sabia), a fonoaudiologia pode trazer grandes contribuições para a saúde do idoso por meio da música. “Idosos sofrem um processo de envelhecimento da voz chamado presbifonia, que pode causar dificuldade de comunicação, rouquidão, enfim, prejudica no dia a dia. E estudos mostram que essas manifestações podem ser evitadas ou retardadas com treinamentos de canto”, explica nossa narradora.

Pensando nisso, ela deu uma perguntada para saber se já existia algum coral voltado para essa população e soube que não existia nada. Pronto, ficou decidido que se ofereceria ao grupo de idosas a possibilidade de formar um.

E a ideia do The Voice CRAS entra aí, como uma atividade lúdica onde o grupo ia poder se divertir, conversar sobre a importância de soltar a voz e conhecer a ideia do coral.

Sabrina apresentou o ‘programa’ e três colegas (uma farmacêutica e dois profissionais de educação física) foram os jurados. “Fui abordando o grupo como apresentadora e convidava para que elas se apresentassem”, narra a fono, contente porque houve muita adesão: mesmo quem não ia lá na frente se apresentar acabava cantando junto e se empolgando: “Elas postaram tudo nas redes sociais, foi muito legal”

No fim da cantoria, teve uma roda de conversa sobre a importância da voz e do cantar, e então o convite para a formação do coral. E olha que bacana: das 15 idosas presentes, 11 aderiram - e depois ainda chegou mais uma.

O coral formado não funciona exatamente como os tradicionais. Sabrina conta que faz uma anamnese no início, uma triagem vocal para ver se as participantes têm alguma demanda vocal específica, e a ideia é trabalhar também o autocuidado vocal. “Além dos ensaios das músicas vamos trazer dinâmicas interativas e dramatizações teatrais. Acho que vai ser bom, elas são bem interessadas e participativas”, espera Sabrina. O começo das atividades está pertinho: vai ser agora, no fim do mês.

Ficamos muito felizes de chegar à nossa história nº 1.000 com uma profissional tão inspiradora! Ela termina mandando um recado importante: “Quando conheci o Saúde É Meu Lugar, comecei a ver os relatos e quis contar essa história não só para demonstrar que há, sim, saúde nos territórios, mas também mostrar como é importante a gente militar em defesa do SUS. O objetivo é mostrar nosso trabalho, mas também fortalecer e defender o SUS”.

Se você, como Sabrina, acredita no SUS, defende o sistema e trabalha pra que ele dê certo, não deixe de contar suas histórias! É só entrar aqui ou mandar mensagem pelo zap: (21) 97147-1780


Comentários:

Para enviar comentários você deve estar autenticado, clique aqui para se autenticar.
Exibindo 2 de comentários
Carolina Carvalho

amei o relato, a atitude, a alegria !! parabéns! por uma Fonoaudiologia mais forte

Jéssica

Muito legal. Parabéns aos profissionais. É muito bom ver essas resultados e ver resultados também dos programas de residência multiprofissional que muistas vezes não são compreendidas.

 

content:
afterContent: