highlighted:

OFICINA DE ANÁLISE DE TERRITÓRIO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO FAMILIAR

A adequada gestão do território é essencial para a efetivação das políticas públicas, considerando que o território é vivo e dinâmico, onde as pessoas se movimentam e ocupam os espaços livremente. O trabalho de análise e gestão do território deve ser permanente e dinâmico, de forma a identificar novos arranjos populacionais e adequar a cobertura do território e a oferta de ações e serviços de saúde de acordo com critérios de maior risco e vulnerabilidade. De acordo com a PNAB: Territorialização e Adstrição se dão de forma a permitir o planejamento, a programação descentralizada e o desenvolvimento de ações setoriais e intersetoriais com foco em um território específico, com impacto na situação, nos condicionantes e determinantes da saúde das pessoas e coletividades que constituem aquele espaço e estão, portanto, adstritos a ele. Considera-se Território a unidade geográfica única, de construção descentralizada do SUS na execução das ações estratégicas destinadas à vigilância, promoção, prevenção, proteção e recuperação da saúde. 

No sentido de realizar uma adequada análise do território, no período de 04 a 15 de junho de 2018 foram realizadas nove oficinas, contemplando todos os territórios de abrangência das Unidades Básicas de Saúde, com o tema Planejamento e Análise de Território tendo como objetivos o mapeamento de áreas de risco e vulnerabilidades do território e a capacitação de todos os Agentes Comunitários de Saúde para utilização da metodologia de classificação de risco familiar. 

Como resultados deste trabalho, todas as áreas de maior risco foram identificadas e os Agentes Comunitários de Saúde melhor distribuídos para cobrir estas áreas de maior vulnerabilidade. Utilizando a ferramenta de Classificação de Risco Familiar, o ACS pode planejar melhor a realização de suas visitas domiciliares de acordo com critérios de risco identificados nas famílias e, ao realizar a identificação geográfica dos riscos dentro das áreas, a equipe da Unidade de Saúde consegue visualizar no mapa a distribuição dos riscos dentro do seu território, possibilitando melhor planejamento das ações. 

 

 

Galeria de imagens


Comentários:

Para enviar comentários você deve estar autenticado, clique aqui para se autenticar.
sidebar:
Widget: 12:
Widget: Mais histórias 9:

Mais histórias

afterContent: