highlighted:

Gravidez na adolescência não é brincadeira no Município de Santa Rita do TO

Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Whatsapp Compartilhar por e-mail

Gravidez na Adolescência não é brincadeira!

 

A gravidez na adolescência é considerada a que ocorre entre os 10 e 20 anos, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Apontada como uma gestação de alto risco decorrente das preocupações que traz à mãe e ao recém nascido, a gravidez nesta faixa etária pode acarretar problemas sociais e biológicos.

Pensando nisso, em parceria com a Secretaria de Educação, foi realizado no dia 07 de Fevereiro na Escola Municipal Anália Soares Rocha uma Ação sobre Gravidez na adolescência dentro do Programa Escola do Adolescente.  

Durante a ação houve momento de oração com o Pastor Edivalton, palestra educativa com a Enfermeira Duane Saraiva que abordou os temas fisiológicos da gravidez, dados epidemiológicos, fatores que levam à gravidez no inicio da vida reprodutiva, complicações  e mudanças corporais que uma gestação causa, a Psicóloga do NASF Jéssica Toneloto abordou as mudanças psicológicas que são enfrentadas durante o período gravídico, tanto negativas quanto positivas e a Farmacêutica Jéssica Rios mostrou todas as formas de prevenção da gravidez, como os métodos anticoncepcionais orais, preservativos, anticoncepcionais injetáveis que estão disponíveis no SUS.

Foi passado uma "Caixinha da Dúvida" onde os jovens que não quisessem se identificar depositariam perguntas para serem respondidas no final da palestra e uma brincadeira de "SIM e NÃO" onde as palestrantes faziam perguntas relacionadas sobre o tema exposto e os adolescentes respondiam através de plaquinhas para sabermos o real entendimento deles sobre o tema.

Por fim, houve depoimento com a Farmacêutica Jéssica Rios, onde a mesma falou sobre sua experiência de ter sido mãe aos 15 anos de idade.
 
A gravidez na adolescência é um problema muito serio e vem tomando proporções extremamente perigosas, infelizmente o assunto é bem preocupante pois é um problema não tão fácil quanto parece de lidar afinal um período da vida é interrompido. Os jovens de hoje estão mais precoces em tudo e a conscientização é o caminho correto a fim de evitar problemas, afinal ter um filho não é brincadeira, mas sim uma responsabilidade conjunta.

Galeria de imagens


Comentários:

Para enviar comentários você deve estar autenticado, clique aqui para se autenticar.

Duane Saraiva

enfermeira da estratégia saúde da família
TO / Santa Rita do Tocantins
Ver perfil
afterContent: