imagem

DENGUE - PROJETO DE COMBATE AO VETOR EM PARANAGUÁ

04.09.2017 , Paranaguá/PR
Image description

Pesquisa sobre Monitoramento e Controle de Vetores é apresentada em Paranaguá Durante o evento foram apresentados os resultados dos trabalhos realizados nos meses de junho e julho de 2017 O resultado do Trabalho de Monitoramento e Controle de Vetores (Aedes Aegypti) em Paranaguá, uma parceria entre a 1.ª Regional de Saúde, Prefeitura de Paranaguá e Universidade Federal do Paraná, através do Setor de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia, com a coordenação do Professor Dr. Mario Antonio Navarro da Silva, foi apresentado na tarde de terça-feira, 18, em uma reunião realizada no auditório da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap). O Dr. Mario Navarro destaca que este estudo mostra que o mosquito continua presente, em toda abrangência do estudo, apesar de estar em forma reduzida. “Conseguimos trabalhar na cidade inteira de Paranaguá, onde distribuímos mais de 300 armadilhas, uma relação de 120 imóveis para cada armadilha instalada. Detectamos que existe, embora em uma atividade ainda em nível reduzido, a presença do Aedes Aegypti em toda a cidade, não em números alarmantes, mas ainda existe, ou seja, para que o cenário não se agrave é necessário que o Poder Público e a população tenham em mente a preocupação na redução do vetor. Por quê? Agora temos vários componentes que estão ao nosso lado, as condições climáticas, temperaturas baixas, mas se não atuarmos reduzindo os criadouros, como estamos em um local onde a temperatura sobe rapidamente, este cenário de uma situação de cuidado pode passar para um cenário de emergência. É um equilíbrio muito delicado que precisa da participação de todos”, enfatizou Navarro.   Foram distribuídas mais de 300 armadilhas, uma relação de 120 imóveis para cada armadilha instalada  O chefe da divisão de Vigilância em Saúde da 1.ª Regional de Saúde de Paranaguá, Flavio Frota, enfatiza que o trabalho está fundamentado em três eixos fundamentais e relevantes para a cidade e, principalmente, para a população: Eficiência, Transparência e Baixo Custo. “Isso nos dá bastante tranquilidade e entusiasmo em continuar trabalhando na continuidade do projeto porque ele consegue trazer sustentabilidade ao município sem grande ônus para a gestão pública”, destacou Frota. Publicado em 19/07/2017 - Jornal Folha do Litoral - Paranaguá


Compartilhe essa História

Comentários

Histórias Relacionadas

Mais Histórias (2)

Ilha do Mel/PR - CONTROLE DE ZOONOSES

Ilha do Mel/PR - CONTROLE DE ZOONOSES

Ver Mais