texto

meu dia a dia, nossa história de mudanças e experiencia com leishmaniose

15.08.2017 , Rio Bonito do Iguaçu/PR

Iniciei a trabalhar na secretaria de saúde em 1994, morava ha 17 km de distancia pegava 2 ônibus para chegar ate a unidade e os mesmo para voltar, uma cidade pacata com 5 mil habitantes até as 17 horas da tarde, fechamos o expediente e fomos para casa, no outro dia ao chegar no trabalho o susto, mais de 2500 famílias estavam acampadas a berra da BR 158 e solicitavam atendimento na nossa unidade de saúde que tinha 9 salas somente. esses acampados sem terra permaneceram em nosso município indo para cima das terras existentes de mata fechada, formando assim o maior assentamento da América latina, ocorreu o desmatamento e com esse todo os problemas que se possa imaginar para a saúde da população passamos a conviver e a providenciar melhorias para essa população carente e para os funcionário que até então era somente 3 auxiliares de saúde, um administrativo, 02 médicos, 02 dentista, 01 secretario de saúde. anos se passam vários acontecimentos, mudanças de prefeitos, funcionários, a necessidade de abrir novos postos de saúde mais próximos das residencias, agora já somos em um numero maior de funcionários e uma unidade de saúde para atender no assentamento começa a surgir novas doenças em decorrência do desmatamento, aparece a leishmaniose tegumentar americana, nunca tínhamos visto, somente ouvido falar, neste meio tempo foram vários casos ocorrendo uma epidemia, trazendo para nossa região pesquisadores do estado onde realizaram um trabalho de reconhecimento da área, e do vetor, para poder identificar a situação e romper com esse ciclo e doença. Na região do assentamento Marcos Freire, comunidade do centro novo se localiza um PSF onde ocorreu todos os casos, nossa equipe se dispos a ajudar a equipe da vigilância epidemiológica do Parana e a equipe de entomologia, procuramos a melhor forma de otimizar os serviços em um tempo hábil e efetivo, percorríamos a ares em 02 equipes, procurando casos e controle, chegando muitas vezes a percorrer 200 km dentro do assentamento por dia, em uma destas andanças quando o pessoa já tinha terminado seus estudos descoberto o vetor, feito o material educativo mais atualizado, nós encontramos uma pessoas com uma lesão na boca onde já tinha destruído todo o palato, era um sr esta ja não se alimentava corretamente somente com ajuda de uma canudinho para deglutir alimentação liquida, uma pessoa apática, caquética, estava fazendo tratamento em um hospital para câncer curi tiba a mais de 04 anos, pedimos autorização para realiza o teste de Montenegro (que na época era a unica opção para o diagnóstico), feito isso com 72 horas realizamos a leitura com um resultado positivo de 26 mm, ainda hoje me arrepio em lembrar para nossa alegria em ver aquele resultado, encaminhamos para atendimento médico onde iniciou o tratamento com glucantime 20 ml ev por 10 dias, a evolução foi nítida e rápida. hoje este senhor esta outro individuo do qual encontramos a uns 12 anos atrás, trabalhador, sadio, feliz. pode ser uma história simples mais com muito significado para nós. essa entre muitas são especial cada uma.


Compartilhe essa História

Comentários

Histórias Relacionadas

Mais Histórias (3)

Conselho municipal de saúde mais perto da comunidade, conhecendo a realidade de perto.

Conselho municipal de saúde mais perto da comunidade, conhecendo a realidade de perto.

Ver Mais